Atacarejo ganha centro do palco na prévia do Carrefour Brasil, diz BTG Pactual

O crescimento anual de 11,5% nas vendas brutas do Carrefour Brasil, com alta de 5,5% para as vendas mesmas-lojas no atacarejo, a maior dos últimos cinco anos, reflete uma melhora na estratégia de preços da companhia, junto a uma aceleração dos segmentos de produtos não-alimentícios, disse o BTG Pactual em relatório.

Ontem à noite, o Carrefour Brasil apresentou a prévia operacional para o quarto trimestre de 2019 com vendas brutas totalizando R$17,6 bilhões e destaque para o braço de atacarejo, com alta de 10,8% no ano. As vendas de comércio eletrônico do grupo tiveram crescimento de 40% no trimestre, para R$802 milhões, alta anual de 51%, a R$ 2,15 bilhões. Para os analistas do BTG Pactual, o resultado na divisão de varejo pode gerar reação forte do mercado, especialmente na comparação com o principal concorrente da companhia, o GPA.

Os analistas alertam ainda que o desempenho para os supermercados brasileiros não deve acompanhar o avanço de 2019, mesmo com as melhores condições macroeconômicas e a disparada recente na inflação alimentar. A ação ON do Carrefour Brasil fechou ontem em alta de 1,34%, refletindo o otimismo generalizado do mercado após dias de maior tensão, a R$23,28. O papel acumula alta de 20,05% nos últimos doze meses.