Com consumo em alta, Iguatemi eleva meta de investimento, receita líquida para 2020

Iguatemi, a empresa de shoppings mais rentável do país, elevou a maioria das suas metas operacionais para o ano, sinal de que espera um desempenho crescente de vendas com a retomada da economia.

 A empresa controlada pela família Jereissati espera crescimento da receita líquida entre os 8% e os 13% neste ano, e EBITDA equivalente entre 73% e 77% da receita líquida para o período, de acordo com fato relevante divulgado nesta segunda. Os investimentos, cujo orçamento não inclui aquisições, devem atingir entre R$170 milhões e R$220 milhões. Para o ano passado, a companhia tinha orçado crescimento da receita líquida entre 5% e 10%, margem EBITDA de 75% a 79% e investimentos de R$150 milhões a R$200 milhões. A companhia deve entregar resultados anuais e do quarto trimestre em 18 de fevereiro.

As metas sinalizam que a Iguatemi está bem posicionada para se beneficiar da retomada da economia dos próximos anos, graças a sua carteira de shoppings robusta e completa. Em anos recentes, a Iguatemi atualizou o mix de vendas dos seus shoppings e reformou grande parte dos ativos existentes.