Dólar cai e Estatais impulsionam bom desempenho da Ibovespa

Sob o efeito da valorização dos índices em Wall Street e da alta dos ativos brasileiros negociados no exterior, a Bolsa brasileira inicia o pregão com margem positiva e mantém o ritmo, impulsionada pela alta das ações das estatais Petrobras (PETR3 +2,78%, PETR4 +2,41%) e Vale (VALE +1,81%). Às 11h50 (horário de Brasília), o dólar comercial operava em queda de 1,305%, sendo cotado a R$3,72 e a Ibovespa futuros registrava alta de 0,73%, a 84.352 pontos.

A expectativa é de um dia marcado por grande volatilidade no mercado, sobretudo em relação à nova pesquisa realizada pelo Ibope de intenções de voto para as eleições presidenciais, que será divulgada hoje à noite.

Projeções no cenário econômico interno

Logo pela manhã, o Banco Central anunciou aumento da projeção de mercado para inflação oficial de 2018, passando de 4,40% para 4,43%, e para 2019, reajuste do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), que alcançará a margem de 4,21%. Em acréscimo, as estimativas da taxa básica de juros não sofreram alteração, permanecendo em 6,50% até o fim deste ano, segundo os economistas mais experientes, e o ponto-médio da Selic para 2019 sofreu reajuste e alcançou o índice de 8%. A mediana para o crescimento da economia brasileira em 2018 manteve-se a 1,34%, e a estimativa para o próximo ano permaneceu a 2,50%, índice que se mantém há 16 pesquisas.

Leia também:

Cenário positivo favorece Ibovespa

Em clima de recuperação externa, ADRs brasileiros sobem em Wall Street