Marisa, MRV, setor de proteínas e imbróglios trabalhistas e mais: veja as empresas que podem ter suas ações impactadas no pregão

O conselho da Marisa Lojas aprovou a colocação de 46,875 milhões de ações ON em oferta primária com esforços restritos. A MRV Engenharia deve pagar R$0,370134837 em dividendos extraordinários por ação a partir de amanhã.

Ontem o dia foi de alta para o setor de proteínas. Após o peso da arroba do boi gordo disparar e de rumores de que a China cogita diminuir a taxa de importação da carne sul-americana em 24%, a JBS ON fechou o dia em alta de 9,61%, a maior desde novembro de 2018. A alta fez o BNDES, segundo maior acionista e no processo de sair parcialmente da companhia, lucrar R$1,27 bilhão com as ações do frigorífico.

Após os petroleiros da Petrobras ignorarem a proibição do TST ao início da greve, o Tribunal respondeu autorizando a Petrobras a suspender os repasses para os sindicatos do setor e congelando as contas das entidadeso TST congelou as contas das entidades sindicais envolvidas na greve ilegal. Uma juíza do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região negou ontem o pedido feito pela BR Distribuidora para derrubar a liminar que suspendia programa de demissão voluntária; ela marcou uma reunião de conciliação entre a companhia os trabalhadores para sexta-feira.

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, o presidente da Alliar, Sami Foguel, afirmou que há caixa suficiente para bancar novas aquisições e investir organicamente; o foco seria a região Sudeste, disse.

O Projeto Gerdau, que será lançado em fevereiro, envolve construção civil, geração de energia e um produto de grafeno que será utilizado em veículos e vergalhões que não sofrem com a corrosão em ambientes agressivos, disse o presidente executivo Gustavo Werneck ao Valor.

O leilão do corredor rodoviário Piracicaba-Panorama, o maior para uma concessão rodoviária no país, será realizado na quinta-feira pelo governo de São Paulo e deve alcançar valor presente líquido de R$2,4 bilhões.