Pânico em Wall Street faz dólar subir e Ibovespa recuar

Depois de iniciar suas operações com o otimismo vindo do cenário doméstico, a Bolsa brasileira não aguentou e sucumbiu às pressões externas. O dólar que oscilava em queda encerrou a sessão com uma variação positiva de 0,41%, sendo cotado a R$3,77, e a Ibovespa caiu 0,91%, fechando em 82.921 pontos. O efeito também atingiu as ações da Petrobras que registraram queda, fechando a Petr3 com uma variação negativa de 1,85%, no preço de R$28,10 e a Petr4 com uma variação negativa de 2,92%, no preço de R$25,29.

Nem mesmo os ventos favoráveis do cenário eleitoral conseguiram impedir o reflexo do pânico instalado em Wall Street, que mais uma vez, viu seus principais índices despencarem. O Dow Jones fechou com queda de 2,13% e S&P500 recuou 2,06%. As bolsas europeias e asiáticas seguiram a mesma trajetória e encerraram em forte queda, com destaque para o principal índice de Xangai que desvalorizou mais de 5% frente à possibilidade de o país enfrentar uma guerra comercial com os Estados Unidos.

O preço do petróleo também reagiu às especulações externas e registra o seu segundo dia consecutivo de baixa no mercado. O excesso de estoque do produto nos EUA ultrapassando a margem esperada e a avalanche de vendas de ações no mercado americano fizeram o preço do petróleo retroceder ao seu menor valor em quase três semanas. O petróleo WTI para novembro caiu 3%, sendo cotado a US$70,97 o barril, já o petróleo tipo Brent para dezembro fechou em queda de 3,4%, sendo cotado a US$80,26 o barril.

Embora a Ibovespa tenha sentido o duro golpe do mercado externo, o clima ainda está favorável. O candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) anunciou nesta quinta-feira (11) mais alguns nomes que vão compor a sua equipe. O general da reserva do exército, Augusto Heleno, foi escolhido para o Ministério da Defesa e o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) para a Casa Civil. Bolsonaro ainda pontua que o ministro da agricultura será indicado pelo setor produtivo, para evitar mais conflitos e Paulo Guedes, que já é um nome muito bem aceito pelo mercado, irá comandar a sua Pasta econômica.

Leia também:

Dólar oscila em queda e Ibovespa sobe após divulgação da XP/Ipese

Estatais em foco: investidores penalizam ações na Bolsa