Petróleo dispara e acumula alta de mais de 20% desde dezembro

Os preços do petróleo no mercado internacional dispararam nesta quarta-feira (09), com o WTI e o Brent entrando em fase de “Bull Market”. A redução na oferta da commodity – fortalecida pela notícia de que a Arábia Saudita diminuiria sua produção – e o otimismo com a possibilidade acordo entre EUA e China, contribuíram para o salto nos preços, que acumulam valorização de mais de 20% desde 24 de dezembro, quando atingiram os patamares mínimos.

O petróleo WTI para fevereiro, negociado em Nova Iorque, fechou com elevação de 5,18%, sendo cotado a US$52,36 o barril, e o petróleo Brent para março, negociado em Londres, fechou com aumento de 4,63%, sendo cotado a US$61,44 o barril.

O relatório de estoque dos EUA indicou que houve uma queda menor na disponibilidade do produto do que estava previsto. Dados do Departamento de Energia revelaram que a redução foi de apenas 1,7 milhão de barris de gasolina e destilados na semana passada, tendo como contrapartida o aumento de 19 milhões no mesmo período, permanecendo o total muito acima das expectativas. Ainda assim, a projeção é que a manutenção do corte na produção americana, em conjunto com a ação da Opep, venham a equilibrar a oferta do mercado.

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio