Previsões da Conab apontam que produção de café no Brasil será 17,4% menor em 2019

Segundo um levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção de sacas de café será de 50,92 milhões em 2019. A quantidade, no entanto, representa uma redução de 17,4% sobre 2018.

‘’O recuo é devido à bienalidade negativa nos cafezais, um fenômeno natural que ocorre com a cultura e faz com que sua produtividade seja maior em um ano e menor no ano seguinte’’, explicou a Conab.

Esta colheita já foi iniciada, e a produção se mantém como a maior dentro do período de bienalidade negativa.

E-book: Guia completo e definitivo da Previdência Privada

A área total cultivada no país, levando em conta as espécies conilon e arábica, totaliza 2,16 milhões de hectares. Deste total, 14,8% estão em formação e 85% em produção. Como o período é negativo, os produtores estão aproveitando para tratar as culturas, o que diminui a área de produção.

O café arábica, que representa uma produção de 72% do total e é mais influenciado pela bienalidade, deve alcançar 36,98 milhões de sacas, uma redução de 22,1% em comparação à temporada anterior. Já a produção de conilon está estimada em 13,94 milhões de sacas, uma diminuição de 1,7% ante 2018.