Safra de grãos será 3,6% maior em 2019, prevê IBGE

A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas para 2019 foi estimada em 234,7 milhões de toneladas, sendo 3,6% superior à safra de 2018, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça feira (11).

Na comparação com a previsão feita em abril, o aumento é de 3,2 milhões de toneladas (1,4%) e de 8,2 milhões de toneladas (3,6%) sobre o total colhido em 2018.

Segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), se as previsões se concretizarem esta será a segunda maior safra da série histórica do IBGE, que teve início em 1975.

O arroz, o milho e a soja representam 92,4% da estimativa da produção, sendo que ocorreram quedas de 4,5% para a soja e de 11,2% para o arroz, e acréscimo de 15,7% para o milho.

Recorde na safra de milho 

Em função do plantio antecipado da soja, no presente ano agrícola, houve um maior período para a “janela de plantio” para o milho 2ª safra. A estimativa da produção encontra-se em 68,2 milhões de toneladas, aumento de 3,6% em relação ao mês anterior e aumento de 22,6% em relação ao ano anterior.

Esse volume de produção de milho 2ª safra é recorde da série histórica do IBGE, tendo suplantado o da safra de 2017, até então, o maior obtido pelo país, marcando 67,6 milhões de toneladas.