Safras 19/20 de soja e milho podem bater novos recordes, aponta Céleres

A consultoria Céleres apontou na quinta-feira (1) um possível novo recorde para as safras 19/20 de sofra e do milho.

Em conformidade com a publicação, a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) reportou que a exportação brasileira de milho bateu uma máxima histórica mensal em julho, de 6,317 milhões de toneladas, renovando a máxima anterior registrada em dezembro de 2015, período em que as exportações mensais de milho somaram 6,268 milhões de toneladas.

Na véspera, a consultoria Datagro estimou as exportações neste ano em 40 milhões de toneladas, ante 25 milhões em 2018.

A Céleres, por sua vez, acredita que as safras 19/20 do milho pode atingir a marca dos 105 milhões de toneladas, superando a marca histórica de 2018/19, de 100,5 milhões.

Para a soja, é possível uma ampliação de 1,7% na área plantada nas safras 19/20, para 36,9 milhões de hectares.

Desse modo, será possível ao País superar os Estados Unidos no quesito produção da oleaginosa pela primeira vez na história.

“A Céleres projeta mais um recorde de produção, dessa vez com 124,0 milhões de toneladas, significando também um marco histórico: com uma diferença de quase 10 milhões de toneladas, pela primeira vez, o Brasil terá uma produção superior à norte-americana…”, declarou por meio de nota na quinta-feira (1).

Recentemente, a safra dos Estados Unidos enfrentou alguns problemas no ato do plantio e analistas apontam incertezas sobre o resultado.

Atualmente, a produção de soja do País, o maior exportador global, foi vista em históricas 124 milhões de toneladas pela Céleres, ante 117,7 milhões de toneladas em 2018/19, atrás do recorde de 121,2 milhões de toneladas de 2017/18.

Essa previsão é reforçada por outras consultorias privadas, caso o Brasil conte com condições climáticas favoráveis no plantio.

Leave a Reply

Your email address will not be published.