Dólar fecha estável a R$3,82 refletindo expectativas do cenário interno

Interrompendo a sequência de três quedas consecutivas, o dólar comercial encerrou com variação positiva de 0,05% contra o real brasileiro, sendo cotado a R$3,8270 na venda.

No curso das operações, pesaram as expectativas sobre a votação da reforma da Previdência na Comissão Especial, com a retomada dos debates amanhã.

A preocupação dos investidores é a tramitação se estender de forma e prejudicar que a proposta seja votada pelo plenário da Câmara antes do recesso parlamentar.

No exterior, o mercado continua à espera da reunião de cúpula no G-20, onde haverá um possível encontro entre os presidentes Donald Trump e Xi Jinping.

Enquanto isso, os contratos de juros futuros fecharam com elevação nas taxas de longo prazo, vivendo uma “ressaca” após o movimento de reprecificação ocorrido na semana passada.

Na esteira das decisões de política monetária, o mercado de renda fixa passou por grandes ajustes e agora tende a se concentrar no cenário político para balizar os próximos passos.

O DI abril/2020 declinou para 5,96% (5,97% no ajuste anterior), o DI abril/2023 subiu para 6,80% (6,76% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2026 aumentou para 7,41% (7,40% no ajuste anterior).

Leia mais:

Ibovespa registra leve alta em sinal de cautela antes da votação da Previdência

Petróleo fecha com desempenho misto de olho nas tensões EUA-Irã

Noticiário Corporativo: Ecorodovias (ECOR3) e Cielo (CIEL3)