Dólar salta a R$3,77 com acordo de Trump sobre dívida dos EUA

O dólar comercial saltou no pregão desta terça-feira (23), fechando com valorização de 0,91% contra o real brasileiro, sendo cotado a R$3,7730 na venda.

A divisa americana ganhou tração após o presidente Donald Trump anunciar a realização de um acordo que suspende o teto da dívida pública dos EUA.

O ajuste orçamentário realizado entre o governo e o Congresso terá validade até a próxima eleição presidencial e visa suportar o crescimento da economia americana através da expansão dos gastos públicos.

Após a divulgação da notícia, o mercado de câmbio internacional sofreu uma onda de compra de dólares, com o real liderando o movimento de baixa, dentre as principais moedas emergentes.

No sentido contrário, os contratos de juros futuros encerraram apresentando redução nas taxas em todos os períodos, com os investidores de renda fixa retirando o prêmio de risco dos ativos.

A inflação abaixo da meta, o enfraquecimento das atividades estruturais e o crescimento decepcionante confirmaram as expectativas sobre um ciclo próximo de afrouxamento monetário.

O DI outubro/2020 recuou a 5,40% (5,45% no ajuste anterior), o DI janeiro/2024 diminuiu para 6,64% (6,70% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2027 caiu para 7,20% (7,28% no ajuste anterior).