Balança comercial contabiliza superávit de US$ 1,6 bilhão na 1ª semana de dezembro

Nos primeiros 5 dias úteis de dezembro deste ano, a balança comercial brasileira contabilizou superávit de US$ 1,646 bilhão.

Dados divulgados na véspera (9) pelo ministério da Economia indicam ainda que a corrente de comércio totalizou US$ 8,500 bilhões.

Esse montante, ressaltou o ministério, resulta-se das exportações no valor de US$ 5,073 bilhões e importações de US$ 3,427 bilhões.

Na comparação anual das médias diárias entre a primeira semana de dezembro deste ano (US$ 1,015 bilhão) e 2018 (US$ 967,3 milhões), nota-se que as exportações avançaram 4,9%.

Segundo o ministério da Economia, esse crescimento é atribuído ao aumento das vendas de produtos básicos, bem como os semimanufaturados.

Assim também, a média diária das importações do mesmo período de 2019 (US$ 685,4 milhões) superou em 6,1% a média do ano anterior (US$ 645,8 milhões).

No ano, a balança comercial já acumula um saldo comercial positivo de US$ 42,7 bilhões.

Embora o saldo seja positivo, representa uma contração de 20% ante ao superávit registrado no mesmo período do ano passado.

De acordo com a última projeção publicada em outubro pelo ministério da Economia para o saldo comercial de 2019, a expectativa era por um superávit de US$ 41,8 bilhões.

A projeção anterior indicava também um superávit, mas de US$ 56,7 bilhões.

O mercado espera, contudo, por novas revisões nessas estimativas desde que a Secretaria de Comércio Exterior corrigiu para cima os dados contabilizados das exportações brasileiras no período que compreende o mês de setembro a novembro.

Na ocasião, o órgão atribuiu uma subnotificação de US$ 6,488 bilhões a uma falha humana.

Esse resultado piorou os dados da balança comercial brasileira divulgados anteriormente.