B3 lança novos produtos e mira o desenvolvimento do mercado de capitais

Na manhã de hoje, a B3 apresentou cinco novos produtos que possuem lançamento previsto para dia 10 de dezembro: Mini opções de dólar, contrato de opções sobre futuros de DI, microcontrato futuro de S&P 500, futuros de moedas negociados em dólares dos Estados Unidos e contratos futuros de ações e units.

Esses produtos fazem parte de um conjunto de lançamentos que a B3 pretende colocar no mercado até o final de 2019 e que prometem aquecer as movimentações no índice. Segundo informações divulgadas pelo Valor, para Marcos Skistymas, head de produtos da B3, o objetivo desta ação é “desenvolver o mercado de capitais” no Brasil e torná-lo mais atrativo aos investidores em geral.

A B3 também irá trazer 15 opções de moedas pareadas com o dólar para eliminar a imprecisão de valores nas transações. Atualmente, os investidores precisam operar a moeda da negociação contra o real, para depois fazer a conversão contra o dólar e esse processo gera gastos nas duas operações. Com a paridade de outras opções de moedas, esse custo será reduzido a uma só operação, facilitando a vida dos investidores.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

Além do dólar e das 12 moedas que já são comercializadas, a B3 também oferecerá nas operações de câmbio, a coroa norueguesa, o rublo russo e a coroa sueca.

Skistymas explicou que o produto futuros de ações surgiu da ideia de oferecer “uma família completa de produtos” que visam aumentar a liquidez dos ativos e dos volumes negociados no mercado. Ele citou que, além da B3, serão ofertadas, inicialmente, as ações de outras 11 empresas ou grupos empresariais: Petrobras, Usiminas, Porto Seguro, Vale, Cemig, Grupo Pão de Açúcar, Kroton, Via Varejo, Cielo, Hypera e CCR.

O head de produtos ainda comentou que o tamanho do contrato será de uma ação e o lote padrão será de 100 contratos, com vencimento mensal, liquidação financeira e opção de rolagem. O preço de liquidação previsto para esta modalidade será o preço de fechamento da data do vencimento do contrato.

Outra classe de produtos são as mini opções de dólar, que integram os novos lançamentos da B3 e são de interesse estratégico para o mercado, tendo em vista a crescente demanda de pessoas físicas por tal tipo de investimento.

Skistymas destacou que este produto encontra melhores condições de preços no off shore e, por isso, é importante conceder flexibilidade nos prazos para atrair novos investidores. Além disso, o lote previsto para este produto passará de cinco para apenas um contrato e os operadores iniciais serão Itaú e Optiver, o que trará maior competitividade ao segmento.

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

Em relação ao produto opções sobre futuros de DI, Skistymas contou que existe uma grande demanda dentre os tomadores de risco e que serão lançados cinco novos tipos de opções, além do VTF (exposição a volatilidade da taxa forward de juros), que deve ser relançado simultaneamente.

Por último, o produto microcontrato futuro do S&P 500 terá valor de ponto a US$2,50, com vencimento na terceira sexta-feira dos meses de março, junho, setembro e dezembro e a liquidação será financeira, conforme explicação do head.

Adotando essa estratégia de diversificação, a B3 pretende aproveitar o momento positivo do mercado financeiro e fortalecer sua atuação, ao mesmo tempo em que o país se abre à entrada de mais investimentos estrangeiros.

Leia também:

Relatório Gratuito: Banco do Brasil: O gigante acordou

Relatório Gratuito: Petrobras: O petróleo é nosso