BB e UBS negociam joint venture em banco de investimento, aponta fontes

O BB e o suíço UBS Group AG estão negociando uma joint venture em banco de investimento, segundo a Reuters.

Segundo duas fontes ouvidas pela reportagem, as negociações para formar a parceria já estão avançadas, podendo ser anunciada em breve.

A estrutura do negócio combinaria o banco de investimento do Banco do Brasil, BB BI e do UBS no Brasil.

A Reuters informou que o UBS atuaria como sócio majoritário, a fim de evitar problemas operacionais comuns em empresas estatais.

Em contrapartida, as fontes indicam que a governança seria dividida com indicação de número semelhante de diretores pelas duas instituições.

Para o UBS, a vantagem da negociação seria contar com a possibilidade de empréstimos do BB em determinadas transações.

O Banco do Brasil, por sua vez, pode vir a ter acesso à plataforma de banco de investimento do UBS, aumentando a oferta de produtos para os clientes pessoa jurídica do banco.

Não é de hoje que o Banco do Brasil vem considerando alternativas para reforçar seu negócio de banco de investimento.

Em 2018, a instituição iniciou um processo formal para encontrar um parceiro e conversou com vários bancos estrangeiros, entre eles UBS, Citibank e Goldman Sachs.

Na época, o processo foi interrompido pelas eleições presidenciais.

Em março, Rubem Novaes, presidente do banco indicado pelo ministro da Economia, reiniciou o processo de procura de um parceiro.

Assim também, o UBS tem tentado aumentar sua presença no mercado brasileiro.

Em 2006, o grupo suíço comprou o controle do banco de investimentos brasileiro Pactual, por US$ 2,5 bilhões.

Posteriormente, o banqueiro André Esteves comprou de volta o controle com seus sócios por um preço similar, três anos depois.

Sobre a possível joint venture especulada, o UBS e o Banco do Brasil preferiram não comentar o assunto.

Leia mais:

Brexit, Previdência e mais destaques da próxima semana

Leave a Reply

Your email address will not be published.