Engie vai construir e operar linha de transmissão de energia elétrica do Brasil

A francesa Engie divulgou a aquisição de um projeto que inclui a construção, a operação e a manutenção de uma linha de transmissão de energia elétrica no norte do Brasil.

O contrato estipula o prazo de concessão de 30 anos, com investimento total no valor de 750 milhões de euros (ou US$831,3 milhões).

A linha de transmissão terá 1.800 quilômetros e a companhia terá que construir uma nova subestação e promover a expansão de três subestações existentes na região.

A Engie Transmissão, subsidiária da Engie Brasil, informou em dezembro o fechamento do acordo para a compra da totalidade das ações da Sterlit Novo Estado Energia, por R$410 milhões.

A empresa adquirida (Sterlit) era a detentora do referido contrato de concessão, que agora está sob o controle da Engie, o que permitiu o avanço da companhia no mercado brasileiro.

Segundo Isabelle Kocher, a diretora-presidente da Engie, a estratégia atual é ampliar a atuação da empresa nos países da América Latina, “onde há uma forte necessidade de novas infraestruturas para atender a demanda crescente de energia”.

Depois de comprar 90% das ações da Transportadora Associada de Gás (TAG) e a totalidade da Sterlit Novo Estado Energia, a francesa está avaliando comprar a hidrelétrica Foz do Areia, da Copel.