Movida (MOVI3) tem 20,8% de aumento na receita líquida

Movida (MOVI3) – resultado do terceiro trimestre de 2018

Ontem, após o fechamento dos mercados, a Movida divulgou os números do terceiro trimestre. A companhia apresentou um bom resultado operacional e uma boa receita líquida.

O principal destaque positivo ficou por conta da divisão de aluguel de veículos, que mostrou forte crescimento de 21,3 por cento no volume de diárias, aumento de 20,8 por cento na receita líquida.

Já do lado negativo, o destaque ficou com a margem operacional negativa de 6,8 por cento na revenda de carros seminovos no trimestre, reflexo da queda de 29,4 por cento no volume de carros vendidos.

E Eu Com Isso?

Esperamos impacto positivo no preço das ações (MOVI3) no curto prazo. O negócio de aluguel de veículos é muito lucrativo, no entanto, a Movida não é a melhor escolha para o segmento. Na série As Melhores Ações, há a indicação de uma concorrente da Movida que tem maior capacidade de gerar valor para os acionistas e uma maior retorno sobre o capital investido.

Do lado operacional, o volume de aluguel de veículos cresceu 21 por cento e o de gestão de frotas teve aumento de 66 por cento no trimestre. Com isso, a receita líquida cresceu 21 por cento na divisão de aluguel de veículos e 63,5 por cento na divisão de gestão de frotas, totalizando 611,5 milhões de reais no período.

O resultado operacional medido pelo Ebitda somou 119,4 milhões de reais, aumento de 41,8 por cento e com margem de 38,7 por cento. O grande destaque negativo foi a queda de 29,4 por cento no volume de carros seminovos vendidos.

Leia também:

BB registra crescimento de 22,8% em relação ao 3T17 e lucro ajustado é de R$ 9,7 bilhões em 2018

TIM surpreende com lucro bilionário no 3º trimestre

Lucro da Comgás cresce 36,7% no 3º trimestre e chega a R$ 293 milhões