Natura vai pagar US$2 bi pela Avon em ações, dizem agências; anúncio iminente

Natura Cosméticos, a maior companhia latino-americana de beleza, deve pagar mais de US$2 bilhões para comprar a rival Avon Products, em uma transação financiada com ações e que deve transformar a brasileira na quinta maior empresa do mundo no setor.

De acordo com matérias do Financial Times e o The Wall Street Journal, que citaram pessoas com conhecimento direto do negócio, os acionistas da Natura ficariam com um pouco mais de 76% da empresa fusionada, enquanto o restante ficaria com os da Avon. O anúncio é esperado para esta quarta-feira, após a aprovação do negócio por parte dos conselhos das duas companhias.

A compra da Avon deve ajudar a Natura a ganhar competitividade no segmento de vendas diretas, onde a Avon é, atualmente, a maior concorrente da Natura. A maior exposição ao mercado internacional, assim como as sinergias de força de trabalho e abastecimento, justifica a transação: o Brasil é o maior mercado de ambas as empresas, que empregam 10 mil pessoas no país, dando espaço para enxugar o quadro de funcionários e gerar mais eficiência nas compras.

A ação da Natura acumula alta de 26% no ano e negocia a 35,3 vezes lucro estimado para o ano. Já o múltiplo EV/EBITDA da Avon, que explica o número de anos de geração de lucro operacional necessários para comprar o negócio, está em 8,93 vezes, comparado com 15 vezes no caso da Natura.

Leave a Reply

Your email address will not be published.