Noticiário Corporativo: Petrobras (PETR3 / PETR4)

Petrobras (PETR3 / PETR4) – Segundo o jornal O Globo, a Petrobras tem como meta reduzir o seu endividamento que atualmente é de US$100 bilhões, para US$60 bilhões nos próximos dois anos.

Embora essa seja uma proposta ambiciosa, este é o valor que a companhia está projetando alcançar através da alienação de parte dos seus ativos.

O dinheiro que a petroleira receberá da União por meio do contrato de cessão onerosa será investido no desenvolvimento das atividades ligadas à exploração do pré-sal.

A Petrobras pretende fazer uma emissão no exterior e para tal, já recebeu a avaliação de três grandes agências de risco: Fitch e S&P classificaram a operação como BB- e a Moody’s forneceu o rating como Ba2.

Essa captação da estatal está condicionada à uma oferta de troca dos títulos por novos, cujo vencimento está previsto para 2030 e a rentabilidade será semelhante à dos títulos americanos, com o acréscimo de um prêmio de 3,22% ao ano.

Os títulos emitidos que poderão ser trocados terão vencimento no período entre 2023 e 2029, apresentando remuneração de 5,750% a 8,750% ao ano.

Movimentações na B3  

 As ações de maior liquidez da Bovespa fecharam mistas, entre perdas e ganhos para diferentes setores. A seguir, as mínimas do mercado à vista:

COMPANHIAS ESTATAIS
Ativo 16/08 19/08 Ativo 16/08 19/08
Petrobras (PETR3) -0,45% +1,36% Vale (VALE3) -0,46% -0,09%
Petrobras (PETR4) -1,32% +0,50% Embraer (EMBR3) -0,28% -0,28%
Eletrobras (ELET3) +2,60% -1,81% Banco do Brasil (BBAS3) -0,26% -1,97%
Eletrobras (ELET6) +2,34% -0,71% Cemig (CMIG4) +3,05% +1,44%

E-BOOK GUIA COMPLETO PARA OBTER SUCESSO NOS INVESTIMENTOS EM AÇÕES NA BOLSA DE VALORES

SETOR BANCÁRIO SETOR SIDERÚRGICO
Ativo 15/08 16/08 Ativo 15/08 16/08
Itaú Unibanco (ITUB3) -0,69% +0,40% Usiminas (USIM3) +0,11% +0,53%
Santander (SANB11) -0,31% +0,47% CSN (CSNA3) -2,79% +1,94%
Bradesco (BBDC3) -0,84% +0,24% Gerdau (GGBR4) -4,25% +3,42%