Petrobras, Eletrobras e BB acumulam maior lucro líquido da história em 2019, diz Economatica

Um levantamento da Economatica mostrou que as três principais empresas estatais brasileira (Petrobras (PETR4), Eletrobras (ELET3) e Banco do Brasil (BBAS3) acumularam, juntas, o maior lucro líquido da história em 2019.

O compilado corresponde aos nove primeiros meses do ano e aponta um total de R$ 52,0 bilhões de lucro líquido.

Para fornecer os dados, a empresa se baseou nos informativos enviados pelas empresas à CVM por ITR´s ou DFP´s padronizados.

Sua expectativa, inclusive, é que o ano represente um novo marco para as empresas estatais, com lucro recorde em 2019.

Além de mostrar o maior resultado da história na base na base anual, a pesquisa indica que até então, o melhor resultado havia sido contabilizado no ano anterior, com um acumulado de R$ 51,9 bilhões entre janeiro e setembro.

Em 27 anos da amostra, as estatais registraram prejuízo consolidado somente em cinco vezes (1995, 1996, 2014, 2015 e 2016).

Segundo a Economatica, o maior prejuízo anual foi assinalado em 2015, ano em que as estatais registraram R$ 34,8 bilhões.

Na época, o prejuízo de R$ 34,8 bilhões da Petrobras pesou, seguida da Eletrobras prejuízo de R$ 14,4 bilhões.

Foi o resultado do Banco do Brasil, que lucrou R$ 14,4 bilhões no ano, o responsável por equilibrar o acumulado.

Individualmente, o maior lucro líquido anual das estatais até o presente momento é da Petrobras de 2010 (R$ 35,1 bilhões).

Assim também, a petroleira carrega a liderança na categoria do maior prejuízo, em 2015, com R$ 34,8 bilhões.

A Economatica projeta ainda novo recorde para a Petrobras, uma vez que seu maior lucro anual é de R$ 35,1 bilhões, mas já acumula R$ 31,9 bilhões de lucro nos nove meses de 2019.