Prévia operacional: vendas da Hering e Cyrela caem no 4T19; vendas da Even crescem 73,5%

A prévia operacional da Hering (HGTX3) mostrou queda de 5,2% no faturamento bruto do 4T19 sobre o 4T18.

De acordo com a publicação realizada na véspera, os R$ 502,9 milhões contabilizados para o período foram afetado pela “ressaca” aquém do esperado nas vendas após a Black Friday.

O resultado reverte o saldo positivo de alta identificado nas vendas da companhia ao longo dos últimos sete trimestres.

Agora, contudo, teve queda de 4% no quesito nos três últimos meses de 2019.

Desse modo, as vendas de lojas próprias da empresa recuaram 1,9% no período, “apesar de aumento de fluxo nas lojas”.

Clique aqui para conferir a prévia operacional da Hering.

Assim também, a Cyrela (CYRE3) viu suas vendas contrair no quarto trimestre passado, assim como nos lançamentos de imóveis residenciais.

Conforme o publicado, a companhia teve queda de 15,5% nas vendas entre outubro e dezembro, para R$ 2,06 bilhões.

Desse montante, R$ 1,08 bilhão corresponderam a lançamentos, isto é, a maior parte do volume comercializado.

No acumulado de 2019, a Cyrela viu seus lançamentos crescerem 35% em comparação ao mesmo período de 2018 (4T18), a R$ 6,8 bilhões; as vendas, por sua vez, subiram 30%, contabilizando R$ 6,57 bilhões.

Clique aqui para conferir a prévia operacional da Cyrela.

Em contrapartida, a prévia operacional da construtora e incorporadora Even (EVEN3) mostrou um salto de 73,5% nas vendas líquidas em comparação anual do quarto trimestre de 2019-18.

Desse modo, as vendas contabilizaram R$ 583 milhões, ante R$ 336 milhões.

Do total acumulado no 4T19, R$ 376 milhões vieram das vendas de lançamentos de imóveis, segundo informou a Even.

No acumulado de 2019, as vendas da Even somaram R$ 1,8 bilhão, isto é, +63% sobre 2018.

Clique aqui para conferir a prévia operacional da Even.