Recorde de vendas e receita bruta de R$1 bilhão no trimestre, reportou a Movida

Além de reportar recorde de vendas na categoria de seminovos, o lucro líquido da Movida (MOVI3) subiu 4% no trimestre.

De acordo com o release divulgado após o fechamento do pregão na véspera, os valores totalizaram R$ 41,5 milhões.

No segundo trimestre do ano anterior, o montante havia findado o período em R$ 39,9 milhões, sob efeito da norma IFRS.

O lucro líquido também cresceu no primeiro semestre (+25%) e somou R$ 83,5 milhões ante R$ 66,8 milhões do 1S18.

“No segundo trimestre de 2019 superamos a marca de R$1 bilhão de faturamento trimestral, com crescimento de 54% ano a ano”, informou a empresa.

“A receita de serviços cresceu 21% e a venda de ativos expandiu 84% em relação ao 2T18”, continuou.

Da mesma forma, a receita líquida da empresa encerrou o trimestre com R$ 956,2 milhões (+56,8%). No semestre, o crescimento foi de 45,7%, contabilizando R$ 1,7 bilhão.

O Ebitda acumulou R$ 154,9 milhões (+31%) no trimestre. Sua margem foi de 16,2%, queda de 3,2 pontos percentuais.

Além disso, o Ebitda do semestre também registrou subiu (+38,1%) e encerrou com um total de R$ 304,5 milhões. Sua margem também recuou (um ponto percentual), ficando em 17,2%.

“Nossa aceleração em Seminovos fez com que dobrássemos as vendas versus o 2T18 chegando ao volume de mais de 16 mil carros vendidos”, escreveu a Movida sobre o recorde de vendas.