Ser Educacional reporta queda de 35,5% no lucro do 3º terceiro trimestre

A Ser Educacional (SEER3) divulgou os balanços do terceiro trimestre reportando um lucro líquido de R$23,8 milhões, o que representa uma queda de 35,5% sobre o mesmo período do ano passado.

A receita da companhia aumentou 1% na comparação anual, totalizando R$288,9 milhões e a margem bruta subiu de 52,81% para 54,59%.

Em relatório, a empresa explicou que os números foram influenciados pelo aumento das despesas operacionais e pela piora do resultado financeiro, apesar da redução de 3% nos custos gerais.

No setor operacional, houve um aumento de 11,7% nas despesas, alcançando o montante de R$110,4 milhões, com recuo da margem para 16,35%.

O prejuízo líquido financeiro também subiu de R$12,9 milhões para R$21,7 milhões e o Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) avançou 9,2%, atingindo R$77,5 milhões.

A Ser finalizou o trimestre com 161,8 mil alunos em sua carteira, o que equivale a um aumento de 10,2% na comparação anual, porém, o tíquete médio caiu no período, devido à maior participação do ensino à distância (EAD) e da concessão de bolsas e descontos.

Na análise do Itaú BBA, a receita da companhia veio em linha com as projeções do mercado, contudo, o Ebitda ajustado ficou aquém das estimativas.

Como pontos positivos, houve um forte crescimento das receitas presenciais e a distância, menor custo de serviços prestados e redução de gastos com serviços de terceiros.