Tim Brasil reporta um lucro líquido de R$687 milhões no 3º trimestre

A Tim Brasil (TIMP3) divulgou os resultados corporativos do terceiro trimestre, reportando um lucro líquido de R$687 milhões.

A cifra foi 48,5% menor do que o valor apurado no mesmo período do ano passado, contudo, há uma distorção na comparação anual por trimestre.

No resultado mensurado de julho a setembro de 2018, a companhia teve um crédito fiscal extraordinário de R$950 milhões que desequilibrou o seu balanço, não servindo como uma referência segura.

Em contrapartida, o lucro líquido normalizado, que desconsidera tais efeitos, alcançou o valor de R$619 milhões, o que equivale a um avanço de 61,4% sobre o resultado do terceiro trimestre do ano passado.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação, amortização) totalizou R$1,718 bilhão, anotando um crescimento de 6,8% e a receita líquida consolidada atingiu R$4,337 bilhões, com um aumento de 2,3%.

O fluxo de caixa operacional livre normalizado saltou 20,1%, somando R$1,091 bilhão no período e a dívida líquida ficou em R$1,933 bilhão, mostrando queda de R$824 milhões em relação a 2018.

Segundo a operadora de telefonia, os principais motores deste desempenho foram o aumento da receita nos serviços móvel e fixo, além da forte ênfase no controle de custos e despesas.

Na avaliação do Credit Suisse, o balanço do Tim surpreendeu o mercado porque trouxe números acima do previsto, sobretudo em relação ao melhor custo de rede e com as interconexões.