Via Varejo descobre evidências de fraude nos balanços com impacto de R$1,19 bilhão

Em fato relevante, a Via Varejo (VVAR3) informou a constatação de evidências de fraude nos demonstrativos contábeis, cujo impacto pode ser de até R$1,19 bilhão.

Foi descoberto que houve uma manipulação da provisão para processos trabalhistas e no diferimento indevido na baixa de ativos e contabilização de passivos fora do regime de competência.

Outros testes evidenciaram falha grave nos controles internos, que resultou em erros nas contas de provisão e depósitos (garantias) judiciais da varejista.

Depois de concluída a investigação e após a realização dos ajustes contábeis decorrentes, o valor final do ajuste de baixa às demonstrações financeiras do quarto trimestre de 2019 foi de R$1,190 bilhão bruto ou R$786 milhões líquidos.

Além disso, o montante foi atualizado e lançado a débito na demonstração do resultado do exercício, refletindo a correção dos erros e as mudanças efetivadas nas estimativas contábeis.

Tais alterações visam destacar de maneira mais objetiva os riscos, aos quais, a empresa está sujeita, bem como, evidenciar com maior precisão, as perspectivas futuras da entidade.