Projeções indicam valorização do Ibovespa de 40% em 2019

O ajuste adequado nas contas públicas combinado a um cenário externo de maior liquidez global pode levar o Ibovespa a ter uma valorização de até 40% em 2019, conforme preveem os analistas. Até mesmo uma reforma da previdência com escopo mais brando, já seria o suficiente para empurrar o índice à casa dos 100 mil pontos nos próximos 12 meses.

Só esse ano, a Bolsa brasileira já acumula alta de 15% e a previsão é de um novo aumento para dezembro, quando as movimentações devem alcançar a faixa dos 90 mil pontos. Segundo posicionamento de nove empresas que atuam na área de gestão de recursos e realizam projeções, para 2019, a expectativa é que o Ibovespa opere na marca dos 120 mil pontos.

Mas para isso, é preciso que o ambiente externo ofereça o mínimo de estabilidade e o governo brasileiro concretize a agenda liberal proposta, que até agora, se baseia apenas em intenções, conforme aponta Renato Ometto, sócio da gestora Mauá.

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

O novo governo assumiu um compromisso ambicioso de transformar o cenário econômico brasileiro, realizando medidas como: a privatização de estatais, permissões e concessões de exploração em diferentes áreas, a reforma tributária, a expansão da abertura comercial do país e a reforma da previdência, que hoje figura como ponto nevrálgico para atração de investidores.

Ometto reitera que tanto o mercado interno quanto o externo aguardam sinais mais concretos de que tais mudanças no campo econômico, de fato, vão ocorrer. Ele também destaca que o movimento de alta do dólar nos últimos meses tornou a Bolsa atrativa para novos investimentos, porém, é preciso sair das especulações e oferecer melhores oportunidades na prática.

Como exemplo podemos citar o UBS Consenso Investimentos, que embora não fixe metas formais para o Ibovespa, mantém sua classificação acima da média (overweight) em relação à carteira de ações da América Latina e países emergentes. Andres Kikuchi, gestor de renda variável do UBS, destaca que as reformas no Brasil trarão maior confiança aos investidores e à sociedade em geral, permitindo ao país superar com mais força as turbulências internacionais.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

Ivan Kraiser, gestor-chefe da Garín Investimentos, afirmou que dentre as economias emergentes, o Brasil é o que possui maior potencial de ganho em investimentos e enfatizou que a execução de uma agenda liberal permitirá ao Ibovespa chegar aos 100 mil pontos com facilidade.

As ações no Ibovespa são negociadas mantendo uma relação entre preço e lucro projetado para 2019 (índice P/L) em 10,5 vezes, um valor acima da média histórica de 11,2 vezes, que se mostra muito atrativo aos investidores, segundo informou Karel Luketic, estrategista-chefe da XP Investimentos. Ele analisa que embora as expectativas de reforma já estejam nos preços, diante de um cenário externo volátil, o Brasil ainda será uma das melhores opções em comparação com outras regiões devido à sua credibilidade.

Frente a esse cenário, Eduardo Guimarães, Especialista em Ações da Levante, liberou dois relatórios exclusivos para os usuário do Fast, afim de ajudar nossos investidores a potencializar seus ganhos na Bolsa de Valores com duas estatais: Banco do Brasil e Petrobras.

 
*Clique no relatório para fazer o download.

Além do cenário macro, Eduardo Guimarães, compartilha o que mudou em termos de riscos, e de investimentos, EBITDA e uma visão geral de cada empresa. Nunca na história do Brasil se viu um momento tão oportuno para investir na Bolsa de valores e principalmente em estatais. E ele te conta o por quê!