Entenda a importância da Previdência Privada

Apesar de nem todo trader não reconhecer a previdência privada como um bom investimento, essa modalidade de aplicação pode sim ser uma opção vantajosa e muito segura para quem está em busca de obter bons resultados e até mesmo garantir um futuro mais tranquilo e confortável.

A previdência privada apresenta vantagens próprias que muitas vezes são desconhecidas pela maior parte dos traders, por isso é importante estar bem informado e analisar com calma se essa é uma boa alternativa para otimizar os recursos e potencializar seus negócios.

Neste artigo vamos falar sobre o tema e abordar o funcionamento da previdência privada e como ela pode se mostrar uma boa opção de investimento para todo trader que esteja disposto a ampliar a sua visão e diversificar suas opções de investimentos. Continue a leitura, acompanhe e informe-se!

Conheça a previdência privada

De maneira simplificada, a previdência privada pode ser definida como uma modalidade de aplicação em que, no geral, são feitos aportes mensais para uma empresa privada com a finalidade de fazer uma espécie de poupança de longo prazo. Isso, na maioria das vezes, é o objetivo para garantir uma aposentadoria mais segura e servir como complemento de renda no futuro, diante dos limites impostos pela aposentadoria pública do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social).

Relatório gratuito – Petrobras: O petróleo é nosso

O pagamento da aposentadoria privada, ao contrário da pública, não é obrigatório, sendo que o valor de cada contribuição pode variar, conforme as condições do contrato. Existem tipos distintos de previdência privada, sendo que a principal diferença está relacionada à tributação de cada modalidade. São eles:

  • plano gerador de benefícios livres (PGBL) — é recomendado para quem faz a declaração do IR pelo modelo completo, já que por ela o investidor pode ter o benefício de diferir o percentual de até 12% da base de seu cálculo. Nessa situação, o recolhimento do imposto ocorre no momento do resgate e tem como referência o valor total, que corresponde ao valor investido somado aos seus rendimentos;
  • vida gerador de benefício livre (VGBL) — é melhor para quem realiza a declaração simplificada do IR ou para quem tem isenção, uma vez que nessa modalidade não é possível abater o valor de aplicações realizadas ao longo do o ano do pagamento do IR. A contrapartida, no entanto, é que apenas no momento do saque a tributação acontece, deixando de fora os valores acumulados.

Veja 5 benefícios da previdência privada para o trader

A previdência privada apresenta diversos benefícios em relação a outros tipos de investimentos, porém muitos deles não são de conhecimento de todos os traders, o que pode reforçar a ideia de que ela não é uma aplicação vantajosa. Para corrigir essa visão, separamos cinco benefícios que a previdência privada oferece. Veja a seguir.

1. Sucessão patrimonial é facilitada

A maioria das pessoas veem a previdência privada como uma alternativa para garantir uma aposentadoria mais confortável ou para complementar o valor pago pelo INSS. Entretanto, ninguém sabe o dia de amanhã e pode ser que o valor investido não seja aproveitado por um longo período de tempo, conforme o plano inicial.

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

Quem já passou por alguma situação inesperada ou fatalidade, sabe bem sobre as dificuldades para fazer o inventário e a partilha de bens, bem como sobre a burocracia e a demora nos processos envolvidos. No caso da previdência privada, esse problema não existe, visto que os herdeiros podem fazer a recuperação do valor com facilidade e rapidez, sem a necessidade da elaboração de um inventário.

2. Não existe o “come-cotas”

O come-cotas nada mais é do que a antecipação da cobrança do imposto de renda cobrado sobre os lucros de fundos de investimentos. Esse recolhimento é feito pelo governo duas vezes por ano, sempre no último dia dos meses de maio e novembro.

Na previdência privada essa cobrança não é aplicada, o que se configura em um benefício considerável. Para investimentos de curto prazo, esse ponto pode não ser tão significativo, mas como a previdência privada é uma aplicação de longo prazo (10,15, 20 anos ou mais) esses valores podem ser significativos.

3. Portabilidade feita sem reinício de alíquotas da tabela regressiva do IR

Os planos de previdência privada oferecem a possibilidade de portabilidade dos investimentos, pela qual é possível transferir os valores a diferentes fundos sem que haja a necessidade de fazer um “resgate” desse dinheiro. Com isso não é necessário fazer o pagamento antecipado do Imposto de Renda (que ocorro em boa parte dos investimentos) e nem reiniciar a contagem da tabela regressiva IR.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

4. Aportes regulares feitos via débito automático

Poupar todos os meses está entre as principais dificuldades de quem se dispõe a fazer um investimento de longo prazo. Diante de tantas opções de compras e do bombardeio constante de propagandas e incitação ao consumo, não é surpresa que muitas pessoas acabem saindo do planejamento financeiro definido.

Para ajudar nessa questão, o plano de previdência privada pode ser debitado de modo automático todos os meses, facilitando, assim, a disciplina na hora de poupar. Também é possível fazer aportes de valores extras, aumentando gradativamente a quantia aplicada.

5. Modelo tributário é sob medida

Diferentemente de outros tipos de investimento, a previdência privada possui mais flexibilidade na hora de recolher o imposto de renda de acordo com o modelo de plano escolhido. De acordo com as versões PGBL ou VGBL, é possível optar por determinada alíquota, que pode ser maior com abatimento do imposto de renda sobre pessoa física ou menor, mas sem esse abatimento.

Existe também a alternativa entre a tabela progressiva e a regressiva, sendo que no segundo caso a alíquota paga pelo investidor pode chegar a 10% dos rendimentos em aplicações com prazo de dez anos para o resgate. Com exceção das aplicações isentas de IR, essa é a menor alíquota encontrada no mercado de investimentos.

Como você pode perceber, a previdência privada pode ser uma ótima opção de investimento para o trader que está disposto a ampliar os horizontes e diversificar seus investimentos. Quanto mais conhecimento e segurança o trader tiver, melhores serão os resultados alcançados.

Agora queremos saber a sua opinião! Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida que em breve responderemos.

Relatório gratuito – Banco do Brasil: O gigante acordou