O que são títulos públicos? Conheça esse tipo de investimento!

Os títulos públicos são emitidos pelo Tesouro Nacional com o objetivo de comprar papéis da dívida pública do Brasil e assim financiar a execução das atividades do Governo Federal. É um investimento de renda fixa, que tem rendimento muito superior à poupança, sendo uma ótima alternativa para quem tem um perfil conservador.

Neste artigo vamos falar sobre o tema e mostrar como os títulos públicos podem render bons resultados, aprimorar recursos e potencializar os ganhos, com segurança e acessibilidade. Quer saber mais sobre o tema? Continue a leitura.

Quais os tipos de títulos públicos?

Títulos públicos pré-fixados

Esse tipo de título público tem seu rendimento pré-definido, ou seja, é possível calcular exatamente o valor que será resgatado na data de vencimento. Aqui existe volatilidade, sendo que o título se valoriza ou não a partir das projeções da economia.

Títulos públicos vinculados ao IPCA

Nesse tipo de título público o pagamento dos rendimentos é feito com base na variação da inflação oficial somada a uma taxa de juros pré-fixada. Eles podem ser divididos em:

  • Tesouro IPCA+ (NTNB Princ) — tem rendimento com um percentual anual de juros somado a variação do IPCA dos últimos 12 meses;
  • Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTNB) — rendimento de um percentual anual de juros mais o IPCA, porém com o pagamento a cada 6 meses.

Títulos públicos atrelados à taxa Selic

Esse título tem sua rentabilidade atrelada à taxa básica de juros da economia, a Selic. Desta forma oscilações para mais ou para menos na taxa afetam diretamente o pagamento dos títulos públicos.

Como investir nesses títulos?

Pesquise sobre a segurança de cada um deles

Os títulos públicos são investimentos que oferecem um bom grau de segurança ao trader, porém mesmo assim é importante se informar sobre o grau de confiabilidade de cada título. É importante ressaltar que a remuneração dos títulos públicos é garantido pelo Tesouro Nacional, o que confere uma garantia significativa de pagamento.

Tome cuidado com a liquidez

Os títulos públicos apresentam alta liquidez, que é identificada como D+1. Isso significa que o pagamento é realizado no próximo dia útil a partir da data em que a venda é efetuada. Se for vendido na terça, por exemplo, na quarta acontece o pagamento.

Essa liquidez acontece independentemente do interesse de outros investidores, visto que o Banco Central assume o compromisso da compra diária dos títulos do Tesouro Nacional.

Conheça os custos

Também é preciso levar em consideração os custos para se investir nos títulos públicos. Além do valor cobrado por cada corretora (algumas não cobram), também existe a taxa do Tesouro Nacional, que corresponde a 0,3% sobre o valor aplicado.

Gostou do conteúdo? Neste artigo falamos sobre como os títulos públicos podem ser opções viáveis de aplicações, com bons rendimentos e segurança nos investimentos. Quanto mais informações o trader tiver, maiores são as chances de ele tomar boas decisões. Portanto o ideal é estudar e tomar as decisões importantes com base em informações confiáveis e sempre de acordo com seu perfil de investidor.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os títulos públicos, compartilhe o conteúdo em suas redes sociais para que mais pessoas também possam se informar, assine também nossa newsletter e tenha acesso às nossas novidades.