Bolsas da Ásia avançam com negociações EUA-China e indicadores econômicos

As Bolsas da Ásia avançaram no pregão desta sexta-feira (06), reagindo aos indicadores econômicos mais fortes nos EUA e à nova etapa de negociações da guerra comercial sino-americana.

Ontem, a divulgação dos indicadores sobre a geração de empregos do setor privado e índice ISM do setor de serviços mostrou que a economia da maior potência global ainda está forte, apesar das retaliações tarifárias chinesas.

Na manhã de hoje, os investidores ficarão atentos ao “payroll”, o relatório de empregos que engloba a criação de vagas também no setor público e possui grande peso na decisão de política monetária do Federal Reserve.

Também contribuiu para o otimismo do mercado a notícia de que EUA e China agendaram uma reunião para o início de outubro, na qual retomarão as discussões sobre o acordo.

A expectativa é que Washington e Pequim consigam superar as diferenças para encerrar esse conflito comercial, que tem causado grande impacto no desenvolvimento dos dois países e está se desenrolando desde o ano passado.

Mercados da China e Japão

Nos mercados chineses, o Xangai Composto, da cidade de Xangai, subiu 0,46% aos 2.999 pontos, fechando a semana com valorização de 3,87%.

Já o menos abrangente SZSE Component, de Shenzhen, avançou 0,41% aos 9.823 pontos, registrando variação semanal positiva de 4,81%.

Na Bolsa de Tóquio, o Nikkei 225 teve alta de 0,54% aos 21.199 pontos, impulsionado pelas ações das montadoras e fabricantes de máquinas industriais. No acumulado da semana, o índice adicionou 2,39%.

Demais Bolsas asiáticas

Na cidade de Hong Kong, o Hang Seng cresceu 0,66% aos 26.690 pontos, anotando um aumento semanal de 3,76%.

Os ganhos desaceleraram no maior centro financeiro do mundo após a agência de classificação de risco Fitch reduzir seu rating de AA+ para AA, alegando os meses de manifestações e conflitos entre a polícia e a população.

Na Coreia do Sul, o Kospi apreciou 0,22% aos 2.009 pontos, encerrando a semana com valorização de 2,09%.

Em Jacarta, o IDX Composite fechou com alta marginal de 0,03% aos 6.308 pontos e o indiano Nifty 50 saltou 0,91% aos 10.946 pontos.

No acumulado da semana, os índices recuaram 0,31% e 0,67% respectivamente.

Mercados da Oceania

Em Sidney, o S&P ASX 200 subiu 0,52% aos 6.647 pontos, renovando a máxima em um mês. Na semana, a Bolsa australiana somou 0,66% ao seu desempenho.

Já na Nova Zelândia, o NZX 50 avançou 1,01% aos 11.218 pontos, beneficiado pelos setores de serviços, tecnologia e consumo não-cíclico. Na variação semanal, o índice registrou um salto de 4,22%.

 

 Cidade Índice 05/09 06/09
Sidney S&P ASX 200 +0,92% +0,52%
Wellington NZX 50 +0,90% +1,01%
Hong Kong Hang Seng -0,03% +0,66%
Seul Kospi +0,82% +0,22%
Tóquio Nikkei 225 +2,12% +0,54%
Mumbai Nifty 50 +0,03% +0,91%
Jacarta IDX Composite +0,59% +0,03%
Xangai Xangai Composto +0,96% +0,46%
Shenzhen SZSE Component +0,69% +0,41%