Bolsas da Ásia encerram pregão em alta mesmo após dados chineses modestos

Os principais índices globais reagem com sinais distintos ao recuo na guerra comercial entre Estados Unidos e China.

Na Ásia, boa parte das bolsas fecharam a sessão com ganhos, recuperando as consideráveis perdas dos últimos pregões.

Ainda cautelosos, investidores seguem monitorando as tratativas entre EUA e China e um potencial colapso comercial.

Em coletiva, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês disse que o país espera um “ambiente justo” para suas empresas.

Há boatos de que o governo americano restrinja a presença chinesa no setor de equipamentos de telecomunicações.

Ademais, os índices econômicos publicados hoje revelam uma desaceleração em abril.

Na Europa, as bolsas operam majoritariamente em queda ou próximo da estabilidade.

Leia mais:

Saiba quais são os principais compromissos econômicos globais para esta quarta-feira

Brasil pesa economia latino-americana, diz o Indicador Ifo/FGV de Clima Econômico (ICE)

Governo prepara novo programa habitacional e pode usar mais recursos do FGTS no MCMV

Cortes na educação: falta de alinhamento no governo gera “disse me disse”

Líderes recusam encontro com Bolsonaro e governo sofre nova derrota na Câmara

Sem reforma administrativa, governo pode recriar até 10 ministérios

Resultados corporativos: lucro de Copel e Equatorial Energia crescem 43% e 157%, respectivamente

Resultados corporativos: Helbor e Gafisa reduzem prejuízo em 42,1% e 13%, respectivamente

Resultados corporativos: prejuízo da Renova Energia sobe e lucro da Guararapes recua