Bolsas da Europa fecham em alta, mas IBEX 35 vai na contramão do movimento

As Bolsas da Europa encerraram o pregão desta terça feira (11), majoritariamente em alta após o governo chinês anunciar investimentos em projetos de infraestrutura e comentar sobre o acordo entre Estados Unidos e México.

O índice pan-europeu Stoxx-600 fechou com ganho de 0,70%, a 380,90 pontos, enquanto em Londres o FTSE 100 avançou 0,31% e marcou 7.398,45 pontos. Já na Alemanha, o DAX de subiu 0,92% a 12.155,81 pontos.

Na bolsa de Paris, o CAC 40 subiu 0,48% com 5.408,45 pontos. O FTSE MIB, de Milão, registrou alta de 0,61%, a 20.609,70 pontos, e o Ibex 35, de Madri, caiu 0,13%, a 9.282,10 pontos. Em Lisboa, o PSI 20 avançou 0,65%, a 5.207,15 pontos, e ao belga Bel 20, de Bruxelas, houve um acréscimo de 0,93%, encerrando a sessão com 3.516,28 pontos.

Como forma de estimular a economia do país, a China resolveu investir em obras de infraestrutura por meio da emissão de bônus “especiais” pelas administrações locais. Este é um movimento que tem como impulso as tensões com o Estados Unidos, que estão levando à desaceleração do mercado.

O acordo entre Estados Unidos e México continua alimentando o apetite dos investidores, que veem com bons olhos e vislumbram que possivelmente o bom humor de Trump possa se espalhar para os negócios com a China.

Por isso, nem a ameaça de Trump, de que que caso não se encontre com o presidente chinês Xi Jinping, durante a cúpula de Osaka do G20, irá impor mais tarifas sobre as importações do país asiático, foi capaz de mudar o rumo das operações.

O índice que fechou com queda foi o IBEX 35, na Itália, em decorrência de baixas no setor bancário, com o Caixabank caindo 1,72%, o BBVA recuando 1,24% e o Santander perdendo 0,47%.

Cidade Índice 10/06 11/06
Toda a Europa Stoxx 600 +0,21% +0,70%
Frankfurt DAX 30 Não operou +0,92%
Londres FTSE 100 +0,59% +0,31%
Paris CAC 40 +0,34% +0,48%
Milão FTSE Mib +0,61% +0,61%
Madri IBEX 35 +0,63% -0,13%
Bruxelas BEL 20 +0,77% +0,93%
Lisboa PSI 20 +0,60% +0,65%