Futuros do Brent avançam com paralisação da produção na Líbia e no Iraque

Os contratos futuros de petróleo encerraram em alta nesta segunda-feira (20), reagindo à paralisação da produção nos países Líbia e Iraque.

O petróleo vendido em Nova Iorque no West Texas Intermediate (WTI), não foi negociado hoje devido ao feriado americano em homenagem a Martin Luther King.

Já o petróleo Brent comercializado na ICE de Londres para entrega em março registraram alta de 0,53%, fechando na cotação de US$65,20 o barril.

 Os preços da referência global da commodity subiram apoiados pelas preocupações quanto à oferta, visto que, o maior campo de produção da Líbia interrompeu suas atividades, após as forças armadas terem bloqueado um oleoduto.

Cerca de 1,2 milhão de barris deixaram de ser produzidos no país, comprometendo temporariamente os níveis de oferta.

Ao mesmo tempo, uma onda de protestos no Iraque obstruiu os trabalhos em um campo de petróleo, aumentando consideravelmente o risco de convulsões sociais.

Sendo o segundo maior produtor de óleo bruto da Opep, qualquer turbulência em solo iraquiano pode vir a prejudicar a produção global.

Mesmo assim, o avanço das cotações foi moderado, tendo em vista que outros membros do cartel poderão suprir eventuais demandas desacobertadas.

O movimento dos contratos sugere que os investidores estão focados no curto prazo, pois acreditam que o mercado conta com uma elevada oferta, que, dificilmente, sofrerá com impactos pontuais.