Leilão de aeroportos, China desbanca EUA como parceiro comercial do Brasil, reforma da Previdência e mais

As bolsas asiáticas fecharam em alta no último dia útil da semana, com o mercado reagindo positivamente ao avanço nas negociações comerciais entre China e Estados Unidos.

A aprovação parlamentar no Reino Unido quanto ao adiamento do Brexit também contribuiu para o bom humor dos mercados. Enquanto isso, os índices europeus avançam, revelando sinais de que os receios quanto a desaceleração global parece estar mais ameno.

Manual do Imposto de Renda para Investidores

Os índices futuros norte-americanos também avançam, mas na Oceania a Bolsa de Sidney destoou dos mercados e teve baixa marginal, de acordo com a Dow Jones Newswires.

Em commodities, o petróleo mantém a marca dos US$ 58. O cobre e níquel também crescem em Londres, ao passo que o minério de ferro em Dalian fecha em alta, alcançando o seu maior nível ao longo das últimas três semanas.

Saiba quais são os principais compromissos econômicos globais nesta sexta-feira

Após uma sessão de indicadores mais tranquila, os Estados Unidos contarão com o último dia útil da semana bem agitado.

Pela manhã, será conhecido o índice Empire State referente ao mês de março. Posteriormente, sai a produção industrial de fevereiro com estimativa de alta de 0,4%, bem como as preliminares do Sentimento Universidade de Michigan de março.

Reforma da Previdência: O Futuro Dos Investimentos No Congresso Nacional

Internamente, o IBGE divulgará dado de volume do setor de serviços referente ao mês de janeiro, com estimativa de alta de 1,7%. O índice será divulgado após dados desanimadores relacionados a produção industrial e positivos de vendas do varejo.

Tudo no azul para curtir o final de semana

O último dia da semana tem um tom levemente positivo em mercados mundiais. Na Ásia, o otimismo vem por conta de possíveis cortes de impostos de valor agregado. Ou seja, há esperança de uma recuperação econômica da China, dissipando o temor de desaceleração global.

Por aqui, apesar do otimismo com a aprovação da reforma, apenas o mercado local não está conseguindo ter força o suficiente para romper a barreira dos 100 mil pontos do Ibovespa. Ainda falta um pouco de fluxo estrangeiro e cenário internacional mais favorável para que possamos chegar lá.

Vale destacar ainda, o leilão de 12 aeroportos com previsão de arrecadação de mais de dois bilhões de reais aos cofres públicos. Será um bom termômetro para testar o apetite do investidor estrangeiro ao Brasil.

Glenda Ferreira – Economista e bacharel em Relações Internacionais pela Facamp, tem experiência em planejamento financeiro. Atualmente é Especialista em Investimentos na Levante Ideias de Investimentos.

Articulações para a reforma da Previdência, viagem de Jair Bolsonaro aos EUA e mais

Depois da ampla discussão quanto a idade mínima para aposentadoria, a indisposição do setor público quanto as novas regras para a categoria, é a adaptação dos Estados e municípios ao novo modelo que segue sendo discutido.

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Benjamin Zymler alertou a necessidade da adaptação por parte de ambos, dentro de um prazo de 180 dias. “Esse aspecto [dos 180 dias] para que Estados e municípios adaptem suas legislações próprias às novas regras me parece complexo pelo prazo exíguo”, disse Zymler.

Relatório Especial: Fundos Imobiliários

Caso não se adaptem, os repasses da União, via convênios e parcerias podem ser suspensos aos respectivos Estados e municípios.

Davi Alcolumbre, o presidente do Senado destacou um acordo no Congresso Nacional para que a reforma geral da Previdência caminhe conjuntamente com as mudanças nas aposentadorias dos militares, modelo que deve ser encaminhado ao Legislativo até o dia 20.

Segundo apurações do Valor, o recém-eleito presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, Felipe Francischini conversará com todos os líderes partidários e com o próprio presidente da Casa, Rodrigo Maia sobre a reforma.

O objetivo é definir quem será o relator da Nova Reforma. Há grandes chances de que a decisão seja tomada ainda no final de semana, para que a leitura do parecer aconteça na próxima quarta-feira (20).

Ainda no radar político, o presidente Jair Bolsonaro realizou ontem uma live pelo Facebook e falou sobre sua viagem aos Estados Unidos, que acontecerá nos próximos dias.

E-book: Guia completo e definitivo da Previdência Privada

Bolsonaro destacou que, embora queira se aproximar do país liderado por Donald Trump, a China é o principal parceiro comercial do Brasil.

Ernesto Araújo, ministro de Relações Públicas, classificou a ida aos EUA como a “retomada de uma parceria natural” e disse que a parceria pode “voltar a ser essencial”. “Evidentemente, sem a exclusão de outras parcerias nossas”, ponderou o ministro.

Governo vai leiloar 12 aeroportos nesta sexta-feira (15) e espera arrecadar R$ 2,1 bilhões

Logo mais, às 10h, o governo leiloará 12 aeroportos na sede da B3, a Bolsa de Valores de São Paulo. Os terminais correspondem a 9,5% de todo o tráfego aéreo doméstico no Brasil, com quase 20 milhões de passageiros por ano, de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A expectativa é que o leilão arrecade uma média de R$ 2,1 bilhões para a União e gere R$ 3,5 bilhões em investimentos posteriores, no período de 30 anos. Concessão dos terminais divididos em três blocos (Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste) pela primeira vez, esta é quinta rodada de leilão de aeroportos.

Corte de custos da Petrobras focará no pessoal, Latam reduz plano de investimentos em frota e outras notícias corporativas

Ao longo dos próximos cinco anos, a Petrobras reduzirá em US$ 8,1 bilhões os gastos operacionais gerenciáveis e, ao que tudo indica, esse corte virá principalmente do pessoal. De acordo com o Valor, o corte do número de empregados será o grande propulsor do plano da estatal brasileira que, baseado nos números obtidos em 2018, indicou a necessidade de cortes. Isso porque outros cortes como patrocínios e publicidade só equivaleria a 1% da meta, tornando as despesas com pessoal as mais prováveis de redução.

A companhia aérea Azul pode aumentar consideravelmente sua fatia no mercado de aviação doméstica, caso a compra de dois terços da operação da Avianca seja bem sucedida. Se tudo correr como o planejado, a Azul Linhas Aéreas passará a controlar 27% do mercado, índice que a deixará bem próxima da Latam, que hoje detém 29%. Líder no mercado, a Gol ainda se mantém distante das demais, com 39% de participação.

E-book: Guia completo para investimento em renda fixa

O Banco do Brasil, a Caixa e o BNDES ganharam novos nomes para a presidência de seus respectivos conselhos. Recomendados por Paulo Guedes, o ministro da Economia, Gustavo Franco, ex-presidente do BC e sócio da Rio Bravo Investimentos, foi escolhido para presidir o conselho do BNDES, ao passo que Luiz Fernando Figueiredo, ex-diretor do BC e sócio da Mauá Capital, foi cotado para o mesmo cargo no Banco do Brasil. Hélio Magalhães, ex-Citi, ficará com a presidência do conselho da Caixa.

O presidente da General Motors na América do Sul, Carlos Zarlenga, entrou em um acordo com empregados, fornecedores e revendedores após a direção mundial da empresa aprovar um novo programa de investimentos no Brasil. A estimativa gira em torno de R$ 10 bilhões e com incentivos fiscais de São Paulo.

Em uma nova bateria de resultados, a Embraer divulgou seu balanço que indica prejuízo de R$ 78,1 milhões nos últimos três meses do ano passado, saldo que reverteu o lucro de R$ 132 milhões apurado no mesmo período de 2017. Desde 2011, a fabricante de aeronaves não vinha registrando prejuízos com operações no quarto trimestre do ano.

A Estácio, por outro lado, registrou alta de 52% entre 2018 e 2017, com lucro líquido apurado em R$ 645 milhões no ano passado. A BR Malls reverteu o prejuízo de 2017, quando registrou R$ 796,3 milhões. Em 2018, o lucro líquido da administradora de shopping centers ficou em R$ 1,01 bilhão. Sua receita, contudo, recuou 6,1% em uma comparação anual, para R$ 1,27 bilhão, mas o Ebitda ficou positivo em R$ 1,68 bilhão.

Quem também conseguiu reverter o prejuízo em 2018 ante a 2017 foi a Marisa Lojas, que totalizou um lucro líquido de R$ 28,3 milhões. A própria empresa atribuiu o ganho aos créditos tributários. Por outro lado, a receita recuou 4%, para R$ 2,7 bilhões.

 Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

Após divulgar o melhor resultado desde a incorporação, a Latam reduziu seu plano de investimentos em frota no período de 2018 a 2021 em 40%. Segundo a própria companhia, a redução atuará diretamente para melhorar a rentabilidade para os seus acionistas, bem como reduzir o nível de endividamento da empresa.