Petróleo fecha com desempenho misto de olho nas tensões EUA-Irã

Os contratos futuros de petróleo encerraram a sessão desta segunda-feira (24) apresentando um desempenho misto, em atenção ao agravamento do conflito entre Estados Unidos e Irã.

No final de semana, o presidente Donald Trump anunciou a imposição de novas sanções contra o governo do Irã, em resposta ao ataque ao drone americano, que sobrevoava a região do Estreito de Ormuz.

Até o momento, o governo iraniano não se pronunciou, apesar da narrativa amigável de Washington sobre estreitar o diálogo junto à Teerã.

Entretanto, o que realmente limitou a atuação dos preços futuros na sessão foi a valorização mensal acumulada de 8% do WTI e 5% no Brent.

Antes do conflito geopolítico, o impasse comercial com a China havia minado parte do avanço nos contratos, tendo em vista o risco de queda na demanda global da commodity.

Como resultado, o petróleo WTI para entrega em agosto subiu 0,81%, sendo cotado a US$57,90 o barril e o petróleo Brent também para agosto recuou 0,52% sendo cotado a US$64,86 o barril.

Leia mais:

Ibovespa registra leve alta em sinal de cautela antes da votação da Previdência

Dólar fecha estável a R$3,82 refletindo expectativas do cenário interno

Noticiário Corporativo: Ecorodovias (ECOR3) e Cielo (CIEL3)