Governo prepara novo programa habitacional e pode usar mais recursos do FGTS no MCMV

Diante da fraca economia, o governo quer estimular a construção civil e reduzir o déficit habitacional com um novo programa.

A medida substituiria o Minha Casa Minha vida e pode ajudar a União a desovar parte de seu patrimônio imobiliário.

A União doaria terrenos nas regiões centrais das cidades e, no mesmo empreendimento, pode haver unidades comerciais e de serviços.

Em paralelo, o governo estuda a possibilidade de utilizar mais recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para cobrir gastos com subsídios elevados do MCMV.

De acordo com a Folha de S. Paulo, a intenção é reduzir de 10% para 3% sua participação no subsídio de algumas faixas do governo. O FGTS atuaria para repor essa diferença.

Leia mais:

Bolsas da Ásia encerram pregão em alta mesmo após dados chineses modestos

Saiba quais são os principais compromissos econômicos globais para esta quarta-feira

Brasil pesa economia latino-americana, diz o Indicador Ifo/FGV de Clima Econômico (ICE)

Cortes na educação: falta de alinhamento no governo gera “disse me disse”

Líderes recusam encontro com Bolsonaro e governo sofre nova derrota na Câmara

Sem reforma administrativa, governo pode recriar até 10 ministérios

Resultados corporativos: lucro de Copel e Equatorial Energia crescem 43% e 157%, respectivamente

Resultados corporativos: Helbor e Gafisa reduzem prejuízo em 42,1% e 13%, respectivamente

Resultados corporativos: prejuízo da Renova Energia sobe e lucro da Guararapes recua