Parecer da Previdência é adiado para a próxima semana

O parecer da Previdência foi adiado para a próxima semana, de acordo com o relator no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE).

A princípio, o documento seria apresentado hoje (23) à CCJ do Senado, com a leitura do relatório na próxima quarta.

Em razão disso, a tramitação da proposta pode atrasar em quatro ou cinco dias. Isso porque é exigido um intervalo regimental entre o protocolo do parecer e sua leitura.

O relator usará os próximos dias para trabalhar no relatório e o início da próxima semana, para conversas com senadores.

“Vou passar provavelmente esse final de semana todo trabalhando”, disse o senador. “Não vai dar para protocolar (na sexta-feira).”

Embora não tenha falado em prazo de votação, Jereissati garantiu a entrega do parecer da Previdência na próxima semana.

Em paralelo, o Valor Econômico estima que a proposta de mudanças nas aposentadorias tem o apoio firme de 38 senadores.

Do mesmo modo, outros 7 parlamentares da Casa oferecem apoio parcial, mas têm restrições a alguns aspectos do referido projeto.

Assim sendo, o contador indica que, caso fosse votada hoje no plenário, a reforma previdenciária teria, pelo menos, 45 votos.

Para que uma PEC seja aprovada no plenário da Casa são necessários, no mínimo, 49 votos (três quintos do total).

O dado sugere que o governo não enfrentará grandes dificuldades para que o texto receba aval do Senado.

Leave a Reply

Your email address will not be published.