After market: como investir em horário extra da Bolsa de Valores?

Investir na Bolsa de Valores ainda é um mistério para muitos. Trata-se de uma atividade que requer dedicação e disponibilidade de tempo. Essa é uma dificuldade comum entre vários investidores — que não cuidam de aplicações como sua prática principal —, já que o horário de funcionamento das atividades é o comercial.

Para quem não pode aplicar nesse período do dia, entretanto, existem opções. Uma delas é o after market, um horário de negociação extra da Bolsa de Valores. Durante esse intervalo, é possível negociar normalmente, apesar das atividades normais do dia já terem sido encerradas.

No after market, pode-se investir, administrar a carteira pessoalmente e fazer as demais atividades como qualquer outro investidor. Quer saber como atuar nesse horário extra e se beneficiar das vantagens desse mercado? Continue a leitura e confira!

O que é o after market?

É um horário extra da Bolsa de Valores em que as operações com investimentos podem ser feitas como no horário comercial. Na definição da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), é “o período de negociação que ocorre fora do horário regular de pregão”.

Qual o horário do after market?

Na Bovespa, o after market começa logo depois do horário normal. Sua duração não é muito longa e tem algumas especificidades. Existe uma fase de pré-abertura (cinco minutos antes do período de negociação), que é reservada para que os investidores cancelem ordens feitas no horário regular.

Quando o horário do pregão normal é alterado (como no horário de verão, por exemplo), o after market também pode sofrer adaptação. Veja, a seguir, quais são esses horários!

Operação normal

  • pregão regular: 10h às 17h;
  • pré-abertura do after market: 17h25 às 17h30;
  • after market: 17h30 às 18h.

Operação no horário de verão

  • pregão regular: 11h às 18h;
  • pré-abertura do after market: 18h25 às 18h30;
  • after market: 18h30 às 19h.

Nem sempre, entretanto, o after market operou nesse horário. No início, ele terminava apenas às 22h. Com o apagão energético dos anos 2000, entretanto, veio a necessidade de economizar energia e ele acabou reduzido. Além disso, era muito caro para as corretoras manterem profissionais até esse horário.

Quais são as restrições do horário extra?

Embora o horário extra funcione de modo muito semelhante ao normal, há algumas restrições. É importante conhecê-las para saber quais são as condições de negociação nesse período. Veja, a seguir, as diferenças do after market em relação ao pregão normal:

  • nem todas as ações podem ser negociadas nesse horário: só aquelas que tiveram alguma movimentação no horário normal do pregão e que façam parte de algum índice teórico da Bovespa (como o Índice Bovespa —Ibovespa —, por exemplo);
  • só podem ser feitas operações com ativos no mercado à vista. Por isso, não é possível negociar derivativos (como opções), por exemplo;
  • a oscilação dos ativos negociados não pode ultrapassar 2% em relação ao encerramento normal do dia, tanto para cima quanto para baixo. Assim, se o valor a negociar tiver uma diferença superior a 2%, o negócio não é aceito no after market;
  • o limite máximo de operações por pessoa não pode ultrapassar R$ 900 mil por CPF.

A ideia das limitações é impedir oscilações muito intensas que desequilibrem o mercado de ações. Flutuações desse tipo podem afetar, entre outros, a análise técnica feita pelos traders para prever o comportamento dos ativos. Afinal, ela é uma grande aliada deles e, sem ela, os investimentos se tornariam apenas especulações.

Com essa regra, evita-se manipulação no preço das ações nesse período em que a liquidez dos papéis é menor. Outra coisa: as variações de preço do ativo durante o after market não contam para a cotação do dia seguinte nem alteram a variação do Ibovespa. A operação é registrada no próprio dia de negociação e a liquidação segue a regra de três dias após a data da transação.

Vale lembrar que as ordens efetuadas ao longo do dia podem ser executadas no after market. Assim, ativos cujas ordens de compra e venda foram negociadas no horário normal podem ter a operação concluída no after market. Além disso, elas podem ser canceladas no período de pré-abertura do after market.

Como é o after market do Mercado Futuro?

No Mercado Futuro, é possível investir em contratos de commodities, índices e dólar. Enquanto os contratos de dólar e índices, assim como as opções na Bovespa, não têm horário extra de negociação, os investimentos em commodities têm. Veja:

Açúcar Cristal — ACF

  • pregão regular: 9h às 14h;
  • after market: 14h30 às 18h.

Boi Gordo — BGI

  • pregão regular: 9h às 16h30;
  • after market: 17h05 às 18h.

Café Arábica — ICF

  • pregão regular: 9h às 15h;
  • after market: 15h30 às 18h.

Etanol Hidratado — ETH

  • pregão regular: 9h às 15h45;
  • after market: 16h05 às 18h.

Milho Campinas — CCM

  • pregão regular: 9h às 16h20;
  • after market: 17h05 às 18h.

Soja — SFI

  • pregão regular: 9h às 15h20;
  • after market: 16h às 18h.

Como funciona o after market?

O after market funciona de forma muito semelhante ao pregão normal, mas há algumas ressalvas. Então, para começar, é preciso ter uma conta em uma corretora de investimentos para ter acesso à Bolsa de Valores. Depois, é preciso ter uma estratégia para as operações.

Os próximos passos são escolher os ativos para investir e enviar uma ordem de compra ou venda pelo home broker enquanto o sistema estiver ativo. Depois disso, basta aguardar que o mercado evolua para encerrar a operação e recolher os lucros.

Quais são as vantagens do after market?

Entre as vantagens do after market estão:

  • a oportunidade de que quem não consegue acompanhar o horário normal possa investir;
  • a possibilidade de fazer ajustes que não foram possíveis durante o horário normal.

De forma geral, o after market é uma opção interessante para aqueles interessados em aplicações que não têm tempo de operar na Bolsa de Valores durante o horário comercial. Assim, esses investidores podem fazer suas negociações durante esse horário extra disponível para transações.

Você quer atuar na Bolsa de Valores, mas ainda não sabe a melhor forma de fazer isso? Então baixe nosso “E-book: Guia completo de como ter sucesso nas operações Day Trade” e receba, os conceitos e práticas relativos a essas operações, em que você terá um panorama amplo e poderá ingressar nesse segmento de maneira mais assertiva.